Mindfulness - Atenção plena

Como praticar Mindfulness no seu dia?

passos-caminhada

Esse vídeo é para te ajudar a viver mais no momento presente! Você vai encontrar algumas práticas para você fazer no seu dia a dia.

Transcrição simples:

Muita gente acaba deixando de praticar Mindfulness porque acha que isso vai levar muito tempo ou que vai ser mais um item na lista de coisas pra fazer, que já é longa por si só, não é mesmo?
A boa notícia é que a atenção plena não é uma coisa a mais para você fazer. Por exemplo, você não tem que colocar “respirar” na sua lista de tarefas do dia! Mas o que você pode fazer é, em alguns momentos, notar que você está respirando e, então, trazer uma atenção para sua respiração ou para o que está acontecendo aqui e agora.
Então, não é mais uma coisa para você fazer, mas de certa forma é mudar o modo como você faz algumas coisas. Mudar para um estado de maior consciência para que você saia do piloto automático e fique mais ligado com a sua experiência.
Vamos ver algumas dessas práticas:

1) Meditação

Para essa prática especificamente, nós realmente separamos um tempinho para se dedicar a isso. Como achar esse tempo já que todos nós somos muito ocupados?
Você tem tempo para ir ao banheiro hoje? Então, você tem tempo pra meditar! A prática de mindfulness é um auto cuidado. É um cuidado com a sua mente que é a sua ferramenta mais preciosa, o seu recurso de maior valor. Por isso, esse cuidado deve ser muito valorizado.
No começo, ainda não é um hábito para você. Então, é legal você estabelecer um tempo para praticar. Não é para se sentar por 1 hora, definitivamente não vai rolar! Se 10 minutos parecer muito no começo, comece com 5 e depois você aumenta aos pouquinhos.
Eu não nasci meditando, comecei faz uns anos. E antes de começar, eu nem entendia direito o que era, achava meio estranho mesmo e pensava “tanta coisa pra gente fazer e ficar sentado sem fazer nada?”
Mas posso te adiantar que quando você começar a perceber os benefícios da meditação, você tende a priorizar essa prática no seu dia.
Você vai encontrar algumas meditações guiadas  no nosso canal que eu gravei para te ajudar nesse comecinho!
Para a meditação, é bom você ficar numa sala, em um lugar e um momento em que você não vá ser interrompido. Você pode ter um espacinho na sua casa só para isso, o que é bem legal. Mas o que eu quero que você saiba é que para você praticar mindfulness não precisa ir para nenhum lugar especial. No meio do nosso dia, geralmente não temos esse lugarzinho para ir. Estamos no trabalho, no carro, no metrô, em um compromisso…e aí? E aí que você também pode praticar neste momento.

2) Respiração:

A respiração é uma ajuda enorme para manter atenção plena, esse estado de calma e consciência. Mindfulness é voltar a sua atenção de novo e de novo para o que está acontecendo no presente e você já sabe que a sua respiração sempre vai estar acontecendo no aqui agora.
Quando nós voltamos nossa atenção para a respiração, é importante notar como é essa volta, se é com uma atitude de bondade com você, sem críticas e julgamentos.
Se você volta com uma atitude de “Caramba, mas que saco, o que tem de errado comigo? Eu não consigo fazer isso!”. Aí não é Mindfulness, você vai estar praticando impaciência, irritação e criticismo. Voltar sua atenção para o momento com uma aceitação, bondade e gentileza com você é uma parte essencial da atenção plena. No momento em que você notou que sua mente viajou, você já está de volta, já tem uma presença aí.
Se você não tem uma âncora, você fica como um barco a deriva, só vai indo com as ondas e as ondas são seus pensamentos. A sua respiração é essa ancora – uma das técnicas mais úteis de mindfulness – que está sempre disponível aí pra vc. 😉
Na maioria das vezes, o mundo dentro da nossa cabeça é muito mais caótico do que o mundo aqui de fora. E nós temos um poder imenso de acalmar esse mundo interno lembrando só de respirar.

3) Andar

Estamos sempre andando, nem que seja para ir beber água ou ao banheiro. Você pode ficar consciente do seu corpo no andar. Eu estou andando rápido? Estou andando devagar? Simplesmente note como seu pé toca o chão.
É uma pratica simples que já te ajuda a se reconectar com o corpo.

4)Comer

Muitas vezes, deixamos de aproveitar um dos prazeres do nosso dia que é comer. Pelo menos no primeiro minuto de cada refeição, procure notar que você está comendo e o que você está comendo. Preste atenção no cheiro, no gosto e na textura desse alimento. Isso melhora seu relacionamento com a comida e ajuda a trazer mais sabor para sua vida, literalmente.

E tem muitas outras oportunidades no seu dia para você praticar. É só lembrar das atividades diárias que você faz com a cabeça a quilômetros de distancia: escovar os dentes, tomar café, lavar louça, dirigir, cozinhar, tomar banho…a nossa lista é bem grande!
Vou te convidar a pensar nessas atividades que você faz automaticamente, sem estar inteiramente presente. Dessas, escolhe uma! E hoje, estabelece a intenção para você de ficar consciente nesta atividade.
Por exemplo, se você escolheu comer, quando você se sentar para comer, traga toda a sua atenção para essa experiência, esteja inteiro ali, pelo menos nos primeiros minutos. Quando a sua mente começar a viajar (e ela vai!), gentilmente você a traz para o aroma do seu prato, para o gosto, para a sensação daquela comida na sua boca e nota como é diferente quando você está completamente presente.
Como vocês viram, tem muitos jeitos da gente praticar e todos eles são de fácil acesso.
Eu sei que é simples, mas não é fácil. É por isso que estou aqui querendo te ajudar porque você só tem a ganhar trazendo essa atenção plena pra sua vida.

Sobre a autora

Marjorie Carvalho

Psicóloga Clínica, Terapeuta Sexual e Instrutora de Mindfulness/Atenção Plena. Seu trabalho é contribuir para a realização e poder pessoal das pessoas que acompanha.