Mindfulness - Atenção plena Poder Pessoal

Gratidão cabe na mala!

 

Gratidão nas FériasEckhart Tolle já disse “reconhecer todas as coisas boas que você já tem na sua vida é a base para toda a abundância”. É só começarmos a praticar um pouco de gratidão, que logo a gente se dá conta que sentir um agradecimento por todas as coisas boas que há a nossa volta é a base da felicidade. Por isso, não deixe a gratidão de lado quando você estiver de férias. Esse post propõe um exercício diário que faça parte da sua rotina mesmo nos dias de descanso e diversão.

Ok, entendo que vc está cansado, estressado, quer relaxar e definitivamente não quer a companhia de nada que pareça obrigação ou tarefa. Mas além de ser fácil, este exercício não vai tomar seu tempo e longe de ser um dever, vai fazer você tirar mais proveito ainda das suas férias.

Para começar, ele não dura mais que alguns minutinhos e posso garantir que o investimento do tempo é bem menor do que o que você vai ganhar com a prática. Então, considerando este custo-benefício super vantajoso, vamos lá!

O que eu preciso?

Tudo que você precisa é um caderninho (ou umas folhas) e uma caneta!

Claro que já estou ouvindo uma vozinha “não posso escrever no Evernote ou no Notas do meu celular ou tablet?”. Poder, pode. Mas posso adiantar que sua experiência será menos enriquecedora do que ao escrever no papel. A antiquíssima arte do papel e caneta te permite concentração e um foco maior do que os sons das notificações do seu dispositivo enquanto você digita – ou seja, escrever no papel facilita para você estar presente nesta experiência e aproveitá-la ao máximo.

O que eu escrevo?

Escreva sua parte favorita do dia! Aquela que você se lembrou de ficar presente e o momento foi simplesmente incrível.
Às vezes, a sua parte favorita do dia, pode ser óbvia. Mas com grande frequência não é tão obvia como parece. Você pode descobrir que a parte do dia que mais gostou não foi andar de caiaque ou fazer a trilha da cidade, mas foi algo muito singelo e simples como tomar uma água de coco ou conversar com um artesão local.

Para quê?

Esse exercício te ajuda a perceber que experiências são mais significativas para você e o que você pode procurar fazer mais nas suas próximas férias.

Quando reconhecemos a beleza e a riqueza que estão em todos os momentos, aproveitamos muito mais nossas férias – e a vida, claro.

E não é porque você decidiu ser feliz e praticar gratidão que aquele dia meio dark não vai aparecer. Vai, é inevitável. Até nas férias, alguns inconvenientes – ter a mala extraviada, perder o vôo, a chuva resolver não parar nunca mais- podem acontecer. Em dias assim, pode parecer impossível encontrar uma parte “menos pior”. Mas se você olhar bem, vai ver que lá esta ela!

A gratidão nos ajuda a ver que tudo está bem. Ok, umas coisas não aconteceram como o planejado, mas muitas outras deram super certo – podemos estar na companhia de quem amamos, ter tido dinheiro para pagar um almoço gostoso e ter chego seguro ao nosso destino. E se nós olharmos para essas, nossa vida fica mais cheia de luz, presença e felicidade.

Que tal tentar esse exercício da gratidão?

Fazer esse exercício não vai te roubar tempo das suas férias. Pelo contrário, vai deixar seu tempo ainda mais rico. É uma pausa para apreciar o que aconteceu de bom para você hoje. A gratidão acrescenta mais sentido e brilho ao seus dias de descanso e diversão.

Quando estiver voltando para casa, você pode dar uma olhada nas suas partes favoritas dos seus dias. Essa experiência de olhar para suas melhores memórias das férias te mostrará que este período valeu muito a pena e não faltam razões para ser feliz.

Conte para gente sua experiência aqui nos comentários. 😉

Sobre a autora

Marjorie Carvalho

Psicóloga Clínica, Terapeuta Sexual e Instrutora de Mindfulness/Atenção Plena. Seu trabalho é contribuir para a realização e poder pessoal das pessoas que acompanha.