Mindfulness - Atenção plena

Viva agora. Compartilhe depois!

Viva agora. compartilhe depois

Viva agora. compartilhe depois

Sempre é estranho quando estou em algum evento e tem alguém no Facebook postando algo como “Curtindo ao máximo!” ou “Estou adorando a noite”. É o tipo de legenda que não faz sentido. Se você realmente está curtindo a experiência e engajado no momento, vai querer aproveitá-la ao máximo e não desperdiçar nenhum minuto e muito menos sair dela para entrar na realidade virtual.
Faz tempo que tirar foto deixou de ser papel dos fotógrafos e felizmente ficou para trás a época que tínhamos um número limitado de fotografias que podiam ser tiradas. Hoje, podemos nos deleitar com esse hobby e nos entregar ao prazer de clicks ilimitados. Qualquer experiência vira digna de um flash e vai direto estampar a linha do tempo no Facebook e estar visível a muitos olhinhos vidrados que acompanham um bombardeamento de imagens com o rolar dos dedos.
Não há nada de errado em tirar foto! Pelo contrário, é uma delícia não é mesmo?! Seja lá se você se identificar mais com a posição de modelo ou se é considerado o fotógrafo oficial da família e prefere ficar do outro lado da lente. Uma foto serve para nos ajudar a recordar algum momento gostoso que vivemos.
Mas uma coisa triste que tem acontecido hoje é que, muitas vezes, só tem a foto em si, mas não teve o momento gostoso vivido. Na sede de contar para todo mundo o que estamos vivendo agora, simplesmente deixamos a vida em stand-by e vamos vivendo arquivos, curtidas e comentários.
Já foi explicado pela neurociência que interagir com outros online e receber notificações, por exemplo, ativa uma parte do cérebro associada ao prazer – o mesmo que conseguimos quando comemos, ganhamos dinheiro ou fazemos sexo. O problema é quando você se distrai com essas ferramentas e elas desviam o foco da sua experiência presente.
Desde que comecei a praticar Mindfulness, um dos meus lemas é “viver agora e compartilhar depois”. Os momentos simples não são simples, são a vida acontecendo. Quando você escolhe ficar presente no aqui agora, você não leva um susto achando que a vida passou rápido, porque você estava engajado e vivendo cada experiência. Mindfulness é um jeito de estar profundamente conectado. Mas é uma conexão que não depende de internet.
Na próxima vez que estiver vivendo algo incrível e tiver um impulso de postar sobre, eu te convido a se voltar para sua experiência com uma atenção plena e uma curiosidade intencional. E permita-se ficar totalmente conectado com este momento.
Você aproveitará mais do que a vida tem para oferecer!

Sobre a autora

Marjorie Carvalho

Psicóloga Clínica, Terapeuta Sexual e Instrutora de Mindfulness/Atenção Plena. Seu trabalho é contribuir para a realização e poder pessoal das pessoas que acompanha.